Skip to content

REDSINESTESIA: SITE OFICIAL!

23 de janeiro de 2014

Gente, morri aqui, não irei mais postar nada, já era!

Quem quiser me acompanhar, meu site oficial é: www.carolbannwart.com !!!

Beijinhos!!!

Anúncios

amo Woody Allen,sou o touro Ferdinando

10 de novembro de 2010

 

 

“Dê importância ao que tem importância”
Já ouviu isso antes?
Eu sei que é importância é relativa
Mas você viaja demais.

Continua tenso e sozinho?
Sempre faz força para que saibam seu nome?
Assiste filmes inteligentes e não entende
(lê a crítica de algum inteligente e depois reproduz)
Gosta de Hollywood e não admite
É só porque é coisa de gente iludida?
E por acaso o mundo faz sentido?
Tem certeza de que você e real?

Você é vegetariano porque é “cult”?
Ou você realmente se importa com o boi?
Você é engraçado!
Cômico refletir sobre a sua miséria
Quer se sentir interessante,né?
Na verdade, vamos arrumar:
“CONVENCER os outros de que é interessante”
Pra que eles te convençam depois! =D
Uma esperança para que esse vazio suma!
É maldade expor isso?
Esse problema não é meu agora.

Então eu só queria te contar
Que mentem na sua frente
Véi, você é tonto!
Sorriem com os seus discursos
E no fundo dos olhos o desprezo gargalha.

Quer me mostrar uma música?
“Você não vai entender as músicas que eu ouço”
Tá bom!
Mas eu sei que você conhece Hannah Montana
Ou pelo menos mexe o pezinho com Britney Spears
E se eu te perguntar
Você vai negar!
E essa rima não foi proposital
Mas tô fazendo outra pra ficar igual.

Posso retormar só uma coisa?
Eu sei que importância é relativa
E eu também viajo demais.

 

a sensação de quebrar sua boneca favorita

29 de outubro de 2010

e ver que por dentro ela é oca

não se é interessante todos os dias

24 de outubro de 2010

-Oi, tudo bom?
-Tudo, e com vc?
-Tudo bem também!
-Tem alguma novidade?
-Não, e vc?
-Também não tenho não.
-Que merda essa conversa,né?
-Sim.
-Vou sair pra almoçar, beleza?
-Beleza, eu vou ali jogar video game.
-Tá bom, tchau!
-Tchau!

X e Y estão offline.

baby,be brave!

24 de outubro de 2010

utopia

23 de outubro de 2010

E então você segura a minha mão
Como se mudasse alguma coisa
Mas por segundos eu esqueço disso
Fazendo assim com que tenha sentido
O simples ato de segurar as minhas mãos.

“com açúcar e com afeto”(ou não)

18 de outubro de 2010

Língua:
-Nossa, deu um pico de hipoglicemia agora! Rapaiz, que dureza! Vou pedir açúcar pro Cotovelo…: Cotovelo! Você não teria uma xícara de açúcar pra me emprestar?

Cotovelo:
-Eu?? Moi?? Açúcar? Claro!! Tenho dois potes aqui no meu bolso! E você acha mesmo que cotovelo tem a ver com açúcar? Dá pra perdoar um pouco se pensar em quando me apoiam numa mesa e grudam uns “grãozinhos” de açúcar. E mais uma coisa: Se pede açúcar pra vizinho, e não pra cotovelo! Nos filmes é assim que funciona, pelo menos foi isso que os olhos me olharam pelo olhar.

Língua:
-Credo, Cotovelo! Que revolta! Você sabia que “stress” envelhece? Por isso que você tem essa cara enrugada!! Vou perguntar pro Nariz: Ô, Nariz! Você não tem uma xícara de açúcar “no jeito”, aí?

Nariz:
-Tava ouvindo(hã?) você falar com o Cotovelo, e…você é burrinha, hein? Só pede coisas pra quem você não encosta, por mais que o nariz da Carol seja grande, ela não encosta a língua aqui!! E não, não tenho açúcar.

Olhos:
-Língua, eu tava lendo esse texto aqui e parei na palavra “stress”, não se escreve “estresse”?

Língua:
-“Stress” é em inglês! É que eu falo várias línguas, tendeu? Hãn? Hãn?

Cérebro:
-Esse texto não faz sentido nenhum.