Skip to content

sexo,elevador e o sentimento clássico

30 de maio de 2009

Presos no elevador, o destino gargalhou mais ainda, a luz faleceu,toda a cidade se ausentou da mesma.

O coração dela borbulhava por dentro,o dele se desesperava, entrou em chamas! Mas sentiu um fio de medo, era proibido,o vinho que ele desejava não poderia ter tomado, o coração que ele desejava batia ali! E batia vivo! E que mau existiria naquilo? Aquele perfume francês o deixava louco, e então ele disse:

– Tá escuro,né?

Ela, com raiva do comentário, respondeu irônica:

– Que coisa,não?

Ele percebeu que foi idiota, suava frio esse homem! O amor da vida dele estava ali! E se o mundo acabasse? Ele perderia a oportunidade de dizer o quanto a amava. Ele respirou,deu graças a Deus por estar naquela situação,tremeu um pouco e disse:

-Já pensou se o mundo acaba?

Ela deu risada, seu coração bateu mais forte:

– Se você soubesse quem é o amor da sua vida, deixaria ele ir embora?

Ele não disse nada, apenas suspirou, segurou firme na mão dela. Os dois se sentaram no chão, ela encostou a cabeça no ombro dele, e então ele beijou a sua bochecha bem devagarzinho, e daí partiu para o canto da boca, e em vez de beijá-la logo, ele percorreu todo o canto da boca e finalmente a beijou.

Se beijaram por longos minutos, até que o elevador abriu as portas, mas a luz não voltou.

Os dois se levantaram e foram diretamente para o quarto, e as roupas caiam pelo chão. Ela só pensava no toque e na pele deliciosa que ele tinha, e ele não pensava, seu coração apenas queimava.

Ele a deitou na cama e olhou no fundo dos olhos dela, mesmo no escuro, ela se entregou.

Os dois começaram, e começaram devagar. Suspiravam quase sussurrando, ela disse:

– Isso não vai durar…

Ele começou mais forte e a beijou como nunca ninguém tinha feito antes! Nunca ninguém tinha conseguido fazê-la sentir que era mais sentimento do que beijo. Continuaram  por mais algumas horas, até que acabaram.

Ele olhou apaixonado, sua mão ainda percorria o corpo dela, e disse:

– E se não durar?

Ela sorriu, o abraçou e disse daquele jeitinho meigo que só ela tinha:

-Já pensou se o mundo acaba?

Os dois gargalharam juntos e abraçados. Ela encostou a cabeça no peito dele e adormeceu ouvindo aquela respiração.

Ele fazia carinho no cabelo dela, e antes de adormecer disse:

-Eu te amo tanto! Um tanto que você nem sabe.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. stephenmary permalink*
    31 de maio de 2009 1:45 AM

    Sentimento clássico mesmo… Comum aos apaixonados. A outra parte nunca sabe, nunca entende.

    -Te amo, meu amor♥

  2. redsinestesia permalink*
    31 de maio de 2009 12:21 PM

    Esse sentimento é hiper clássico mesmo! ^^ Só a gente sabe o que sente, mesmo que esse sentimento seja presente em todos os outros casais do mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: