Skip to content

tibério

30 de maio de 2009

Se faz de gostoso,
mas é fracassado.
Um tanto orgulhoso,
te deixei acabado.

Tibério!Tibério!
Não te querem nem no cemitério.
Tibério!Tibério!
Nem a morte te leva a sério.

Um rosto vazio,
pensamento angustiado.
Aquele olhar macio,
delicioso condenado.

Tibério!Tibério!
Não te querem nem no cemitério.
Tibério!Tibério!
Nem a morte te leva a sério.

Maldito enigmático,
bitolado e cagão.
Consegue até ser simpático,
não serve nem pra fazer sabão.

Tibério!Tibério!
Não te querem nem no cemitério.
Tibério!Tibério!
Nem a morte te leva a sério.

Beleza que não é evidente,
desesperado homem machucado.
Sentimento impertinente.
Sangra desgraçado!Sangra desgraçado!

Tibério!Tibério!
Te vejo no necrotério.
Tibério!Tibério!
Só a sua mãe te leva a sério.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: