Skip to content

muro de berlim

10 de junho de 2009

E grita de tensão a Guerra Fria,
e levantado foi o Muro de Berlim.
Capitalismo separado sem magia,
separando aquela mãe de Benjamin.

Era igual a qualquer outro,
esperava o muro cair.
Um alto sonho assombroso,
esse homem não deixou de desistir.

E despenca o símbolo do pesadelo,
homens brindam com cerveja.
Futuro acompanhado de desemprego,
aquela Alemanha que se perdeu nela mesma.

Ainda ouço aquela mãe gritar,
agora, o garoto com nada se assemelha.
Aquele que por saudade foi tentar,
deu cor à estrada vermelha.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: