Skip to content

maraú

22 de agosto de 2009

Anda lacrimejando pelas águas,
vai e volta porque perdeu algo
Palco de todos os sonhos fracos
Aposta feita por um amor qualquer.

Onda que bate fraca,
bate fraca porque é triste
Se fosse feliz
nem onda seria.

E ele me conta que não somos distantes
sua imensidão finge ser grande
Espelha o céu e guarda ilusões
Não mostra que lhe roubaram o amor.

Se apaixonou pela jovem índia
não há amor maior do que em seu coração
Ela se entregou para outro
E de tantas lágrimas se fez o mar.

Belo e nobre ficou
Por precisar tanto de amor
Sopra triste agora
Precisando dela no final do dia.

Bate de alma em alma
Sopra de desespero todas as noites
Em ondas fortes proclama seu ódio pelo amor,
É um belíssimo coração machucado.

Em todas as noites dois corações não serão um
Ninguém lhe fará surpresas
Chorará sozinho todas as noites
Já não é mais um rosto.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: