Skip to content

carimbo singular

30 de abril de 2010

O inteligente criticado no poema
Não passa de um ignorante bem bolado
Nesses ásperos versos de inverno
É assim que deve ser interpretado.

“Buscar plenitude”
Se o inteligente fosse inteligente
Saberia que é essa a resposta que procura.

Pena dos vestibulandos
Estudam obras de arte
Repletas de sentimento alheio
Como se fosse matéria
“Abismos profundos”
Como se fosse merda.

Sorriso é carimbo de ignorante
Esses que não sabem de nada
O inteligente reclama de um mundo
Onde a salvação é uma risada.

O sensível burro gosta de ser triste
E existe mais ouvido lamuriado
Que palavra pontuda.

Mas cabe a cada um dizer
O que vale mais
Uma imagem ou um coração
E é daí que se decide
Quem é evoluído
E quem não.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. karenarnold permalink*
    30 de abril de 2010 8:32 PM

    essa foto é bonitinha demais pra esse post hahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: